Vereador Deyvson Ribeiro exibe arma de fogo durante reunião da Câmara Municipal

O Vereador Deyvson Ribeiro (Solidariedade) participava de uma reunião extraordinária na Câmara Municipal de Mariana, que estava sendo realizada remotamente, quando sacou uma arma de dentro de uma bolsa durante o debate de um projeto de lei.

O caso aconteceu na reunião desta segunda-feira (25), quando os vereadores discutiam o retorno dos trabalhos da Fundação Renova no município.

Eles pontuavam que a empresa pode retomar os trabalhos nas obras – referentes a reconstrução das casas dos atingidos pelo rompimento da barragem – após concordarem em fazer testes em todos os funcionários, mas que não estariam divulgando os resultados.

Momentos antes de pegar a arma, o vereador teve seu tempo para falar e criticou o prefeito, Duarte Júnior (PPS), dizendo que o chefe do executivo não teria mais credibilidade, “já que estaria mudando as regras do que pode funcionar no município a todo momento”.

Enquanto outro vereador discursava, Dayvson pegou a arma da bolsa, tirou a capa de proteção e moveu a arma, tirando-a da visão da câmera. Logo depois ele a colocou novamente na bolsa.

O que diz o vereador?

Ribeiro afirmou que é atirador esportivo e que, naquele momento, pegou a arma para anotar a numeração, pois “queria comprar outra” e que ele mesmo chamou a Polícia Militar (PM) para verificar a documentação.

Em vídeo postado nas suas redes sociais, na manhã desta terça-feira (26), Dayvson pediu desculpas à população de Mariana e afirmou que pegou a arma “para limpar”.

Ele estava acompanhado da PM e relatou que os policiais estavam conferindo a documentação da arma e que estaria “tudo correto”.

Obras da Fundação Renova

Após paralisação em função de aglomerações e aumento das chances de propagação e disseminação de Covid-19, as obras dos distritos de Bento Rodrigues e Paracatu de Baixo foram retomadas no início do mês de maio.

Contudo, após denúncias contra casos de contaminação da doença e dois funcionários terceirizados apresentarem resultado positivo de coronavírus, na semana passada, a Prefeitura de Mariana decretou a paralisação dos trabalhos novamente.

A Fundação Renova afirmou não ter conhecimento de casos de Covid-19 no canteiro de obras dos reassentamentos e que as testagens nos funcionários começaram no último sábado (23). Segundo a Fundação, a situação está sendo acompanhada de perto pela entidade.

A Renova afirmou ainda que o retorno gradual dos trabalhos está sendo feito de acordo com as normas de saúde e que ações como medição de temperatura de todos os trabalhadores, testagens, alternância de horários de refeição e distanciamento social, estão sendo tomadas para garantir a segurança de todos.

Receba as notícias através do grupo oficial do Portal da Cidade Mariana no seu WhatsApp. Não se preocupe, somente nosso número conseguirá fazer publicações, evitando assim conteúdos impróprios e inadequados. 📲

Participe: CLIQUE AQUI 👈

Faça parte também das nossas redes sociais: Facebook e Instagram.



Comprar armas e munições



Suporte via whatsapp!