Terminou o prazo. Foram entregues 20.946 armas e munições à GNR

Terminou, no passado dia 23 de junho, o período de entrega voluntária de armas detidas fora das condições legais, sem consequência para os seus detentores. Agora, é altura de fazer balanços e, esta quinta-feira, a Guarda Nacional Republicana (GNR) revelou que lhe foram entregues nestas condições 20.946 armas e munições

De recordar que os cidadãos que tivessem, até à referida data, na sua posse, armas de fogo não manifestadas ou registadas poderiam entregá-las voluntariamente à PSP ou GNR ou, se for legalmente admissível, requerer a legalização das mesmas.

Neste segundo caso, era necessário pedir a posse em regime de detenção domiciliária provisória, pelo período máximo de 180 dias para, nesse prazo, apresentar o certificado de registo criminal e habilitar-se com licença.

Leia aqui na íntegra a Lei n.º 5/2021 – ‘Período extraordinário de entrega voluntária de armas de fogo não manifestadas ou registadas’ -, de 19 de fevereiro. 

Leia Também: PSP detém seis pessoas e apreende armas e drogas em ‘mega’ operação

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download
Google Play Download



Comprar armas e munições



Suporte via whatsapp!


Publicidade

Tabesa CDD Brasil