Supeito de matar médico acreano confessa crime na Bahia e diz que dívida foi a motivação

O suspeito identificado como Geraldo Freitas de Carvalho Júnior chegou a fazer a denúncia na delegacia sobre o sumiço do amigo

O suspeito de matar o médico acreano Andrade Lopes Santana, de 32 anos, encontrado morto em um rio no interior da Bahia, confessou o crime à polícia, depois de ter sido preso nesta sexta-feira (28).

De acordo com informações coletadas pelo site Bahia Notícias, o capturado, que também era médico e amigo de Andrade, teria vendido uma ‘Glock’ (pistola semiautomática com armação de polímero, de recuo curto e de culatra bloqueada projetada e produzida pela fabricante austríaca Glock Ges.m.b.H) para a vítima, mas não queria entregar a arma. O acreano teria, então, pedido o dinheiro de volta – aproximadamente R$ 9 mil -, o que gerou uma desavença entre os dois.

Andrade estava desaparecido desde segunda-feira (24), quando havia saído do município de Araci para Feira de Santana. Seu carro foi encontrado abandonada na terça-feira (25), às margens de uma rodovia.

No rio, seu corpo estava amarrado à uma âncora.

O suspeito identificado como Geraldo Freitas de Carvalho Júnior chegou a fazer a denúncia na delegacia sobre o sumiço do amigo e ainda recebeu os familiares de Andrade que chegaram à Feira de Santana na quarta-feira (26).

Mais detalhes do depoimento não foram divulgados.



Comprar armas e munições



Suporte via whatsapp!