Sonae, Galp e EDP Renováveis pressionam PSI 20. Bolsa portuguesa acompanha Europa no vermelho – O Jornal Económico

A bolsa portuguesa está a negociar em terreno negativos, em linha com as principais praças europeias. O principal índice bolsista português (PSI 20) cai 1,65%, para 5.018,99 pontos, pressionado pelas perdas da Sonae, Galp Energia e da EDP Renováveis.

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX quebra 1,22%, o britânico FTSE 100 desvaloriza 1,33%, o francês CAC 40 perde 1,19% e o espanhol IBEX 35 desce 1%.

Na bolsa portuguesa, a Sonae afunda 7,81%, para os 0,755 euros, numa altura em que a empresa liderada por Cláudia Azevedo desconta o dividendo que será entregue aos acionistas. A retalhista vai remunerar os acionistas com 0,0485 euros por ação. Além da Sonae, o PSI 20 é pressionado pela Galp (-2,5%) e pelo BCP (-1,94%).

Destaca-se também a EDP Renováveis, que cai 0,75% para 17,31 euros, depois de ter revelado antes da sessão bolsista uma quebra homóloga de 39%, para 38 milhões de euros, no resultado consolidado do primeiro trimestre de 2021. O resultado compara com os 62 milhões de lucro nos primeiros três meses de 2020.

No mercado petrolífero, o Brent cai 1,47%, para 68,30 dólares, enquanto o WTI desvaloriza 1,53%, para 65,06 dólares.

O mercado cambial atravessa uma sessão positiva, com o euro a apreciar 0,28% face ao dólar, para 1,2104 dólares. Na relação com a libra, a moeda da zona euro aprecia 0,18%, para 0,8603 libras. A libra aprecia 0,10% face ao dólar, para 1,4066 dólares.

 



Comprar armas e munições



Suporte via whatsapp!