Aberturas na Semana Afetadas pelo Feriado nos EUA. Semana Truncada, com IPCA

O que poderia ser interpretado de maneira a assustar os investidores, teve a reação da maneira correta: o .

Com crescimento robusto e acima das expectativas, o Payroll não só demonstra que a economia americana tem reagido muito bem à saída da pandemia, ou seja, ao processo acelerado de imunização, como tem surpreendido àqueles que julgavam que seria mais longa a recuperação.

Neste sentido, apesar do sempre presente temor dos investidores pela retirada dos estímulos e da liquidez do mercado, sinais positivos de recuperação econômica trazem a tradicional disposição ao prêmio de maior risco e continuar a beneficiar o mercado.

Um ponto importante.

Recentemente, foi mencionado que os 5 maiores bancos americanos, após passarem nos testes de estresse por parte do Federal Reserve na semana passada, devem criar uma distribuição mais robusta de lucros e dividendos e também a recompra de suas próprias ações.

Este é mais um sinal de que, independentemente da possibilidade de um ‘taper tantrum’, a quantidade de recursos ainda em circulação na economia é o suficiente para manter a ‘festa por muito tempo’ rodando.

Ainda assim, críticos citam que o sistema ainda está sensibilizado pela crise do ano passado e que os reguladores globais tendem a fazer vista grossa para o problema, com temores de criar situações de estresse e somente a responder quando uma crise real acontece.

Deste modo, o mercado continua firme, mas ao mesmo tempo começa a responder aos sinais mais hawk de alguns membros do Fed e precifica um global mais forte, em vista à possível retirada de estímulos, a qual incluí a elevação de juros nos EUA.

Passada a semana pesada de indicadores, a atual é truncada, se inicia e termina com feriado, mas no seu núcleo, traz a divulgação de dados importantes como as , e no Brasil, além de uma série de ISMs e PMIs no exterior e a inflação ao atacado e varejo na China.

Além disso, deve continuar o ruído da CPI da Covid-19, porém a oposição já emite sinais de que o processo pode em breve se desgastar, ainda mais com a relativa baixa adesão dos protestos no fim de semana e o vandalismo observado em algumas localidades.

ABERTURA DE MERCADOS

A abertura na Europa é positiva e os futuros NY abrem em baixa, com o feriado de independência dos EUA.

Em Ásia-Pacífico, mercados sem rumo, após o PMI de serviços da China em junho mostrar que o crescimento desacelerou para uma baixa de 14 meses.

O dólar opera em queda contra a maioria das divisas centrais, enquanto os Treasuries não operando devido ao feriado nos EUA.

Entre as commodities metálicas, altas, destaque ao e cobre.

O abre em alta em Londres e Nova York, enquanto a falta de unidade OPEP+ paira sobre o mercado.

O índice de volatilidade abre em baixa de -2,65%.

CÂMBIO

: R$ 5,059 / 0,19 %

: US$ 1,19 / 0,110%

: ¥ 110,84 / -0,207%

: US$ 1,39 / 0,253%

. (1 m) : 5055,65 / 0,25 %

JUROS FUTUROS (DI)

DI – Julho 22: 6,60 % aa (0,08%)

DI – Janeiro 23: 7,07 % aa (-0,70%)

DI – Janeiro 25: 8,15 % aa (-0,24%)

DI – Janeiro 27: 8,60 % aa (-0,12%)

BOLSAS DE VALORES

FECHAMENTO

: 1,5560% /  127.622 pontos

: 0,4412% /  34.786 pontos

: 0,8053% /  14.639 pontos

: -0,64% /  28.598 pontos

: -0,59%  /  28.144 pontos

: 0,09% /  7.315 pontos

ABERTURA

: -0,190% / 15620,40 pontos

: -0,008% / 6552,34 pontos

: 0,223% / 7139,14 pontos

: 1,56% / 128247,00 pontos

: 0,742% / 4342,80 pontos

: -0,099% / 14699,00 pontos

COMMODITIES

: 0,30% / 94,98 ptos

: 0,45% /  $75,33

: 0,35% /  $76,28

: 0,23% /  $1.791,77

: 2,09% / ‎‎ $212,46

: 0,35% / $1.451,75

: -3,13% /  $697,25

: -2,21% /  $152,55

: 1,17% /  $18,15

 



Comprar armas e munições



Suporte via whatsapp!


Publicidade

Tabesa CDD Brasil